“Ah é, né”. Essa foi a frase dita pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, ao ser abordado pela presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará, Déborah Lima.

Chegando a uma cerimônia, o presidente do STF recebeu da presidente do Sindicato um documento no qual constava protestos de profissionais da área contra a queda da obrigatoriedade pelo diploma de Jornalista.

Ao receber o informativo, essas foram as palavras, irônicas, debochadas e indiferentes de Gilmar Mendes.

Anúncios