Em iniciativa conjunta da Universidade Federal da Bahia e do Pontão de Cultura Junta dados, está sendo criada no Brasil a primeira Universidade Pirata do Brasil, com sede na Bahia.

O nome, entretanto, não indica uma cibercriminalidade, como muitos podem pensar, mas sim a defesa de propagação de cultura, conhecimento e softwares livres. “Objetivamos rebater a intensa propaganda que compara a compra de um filme no mercado informal por exemplo, ao tráfico de drogas ou de armas.”, se posiciona a Universidade no seu texto de apresentação.

Os cursos oferecidos são Lógica de programação, Vídeo em Software Livre, Pure Data, Direito Autoral e Meta-reciclagem, todos a ocorrer por 4 meses com aulas uma vez por semana. As inscrições estão abertas até 15 de e, por enquanto, os cursos só funcionam de maneira presencial, no campus de Salvador.

E você, o que acha desta iniciativa? Se gostou, pode fazer sua inscrição no site do projeto.

Fonte: Baixa Cultura

Anúncios