O sistema de Correio da Finlândia vai adotar uma prática incomum: vai abrir a carta dos outros e enviar as cópias por e-mail e sms.

O serviço, que foi criado para diminuir o número de carteiros e reduzir emissões de gás carbônico (CO2) no país pouco povoado, inicialmente está sendo oferecido de forma voluntária. O processo altamente automatizado de converter cartas em documentos eletrônicos será realizado de forma segura, e os funcionários serão obrigados a seguir uma política rigorosa de privacidade.

Os finlandeses que gostam do cheiro e do toque de uma carta não precisam se desesperar: assim que a correspondência for escaneada será devolvida ao envelope e entregue do modo tradicional. Mas o carteiro só irá entregar as cartas duas vezes por semana na casa dos voluntários. As entregas em caixas postais de lojas locais serão feitas apenas três vezes por semana.

Fonte: Administradores

Anúncios