Ontem o que chamou a atenção dos usuários do Twitter foi uma montagem em que a petista Dilma Rousseff aparece em três momentos da sua vida: na infância, numa passeata contra a ditadura e nos dias atuais. O problema é que a foto da passeata não era de Dilma.

A montagem, que está no blog oficial da candidata, traz a foto, na verdade da atriz Normal Bengel, participando da chamada Passeata dos Cem Mil, realizada no Rio, no dia 26 de junho de 1968. Da esquerda para a direita, aparecem na fila as atrizes Tonia Carrero, Eva Wilma, Odette Lara, Norma Bengel e Ruth Escobar.

A coisa pegou tão mal que, logo que a farsa foi descoberta na rede, eles trataram de emitir uma nota oficial

O blog Dilmanaweb lamenta profundamente a interpretação equivocada da foto que traz a atriz Norma Bengell participando de uma passeata contra a ditadura.
Jamais houve a intenção de confundir a sua imagem com a de Dilma, o que seria estapafúrdio, ainda mais se tratando de uma figura pública. O que se busca, ali, é ressaltar um momento da vida do país do qual Dilma participou ativamente.

Deixa eu ver se entendi. Eles colocam a montagem e quem está errado somos nós de “confundirmos”. Hum-rum!

Anúncios