A peça que recomendamos hoje é a polêmica da semana.

O Despertar da Primavera é mais uma montagem da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho (de “7 – O Musical” e “Avenida Q”). Escrita pelo alemão Frank Wedekind, no século 19, a peça trata dos questionamentos de um grupo de jovens e aborda temas como abuso sexual, suicídio e homossexualismo.

O elenco, formado por 19 atores com idades entre 16 e 25 anos, se expressa por meio de músicas modernas e transgressoras.

A polêmica, entretanto, fica por conta de uma cena em que a atriz Malu Rodrigues, de 16 anos, mostra o seio e simula um ato sexual. Os Ministérios Públicos de Rio e São Paulo, onde a peça foi apresentada, estão investigando se o ato não infringiu o Estatuto da Criança e do Adolescente. Malu, que é emancipada, seu pai e sua agente disseram que a cena não tem nada de pornografia mas sim de poesia.

O espetáculo pode ser visto no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo.

Direção: Charles Möeller

Com: Malu Rodrigues, Pierre Baitelli, Rodrigo Pandolfo e outros

Duração: 120 minutos

Classificação: 14 anos

Texto: Frank Wedekind

Adaptação: Claudio Botelho

Anúncios