As infrações cometidas por políticos nas eleições ganharam um espaço público e acessível: a Internet.

Paula Góes e Diego Casaes, dois editores brasileiros da comunidade internacional de blogueiros e tradutores, a Global Voices Online, resolveram criar um site e um perfil no Twitter para monitorar, acompanhar e expor as denuncias.

A idéia é que as páginas agrupem denúncias de fraudes, compra de voto e outras infrações, através de informações enviadas via e-mail, celular, twitter e outras redes sociais por qualquer pessoa. A iniciativa foi apresentada na conferência da Global Voices Online, que terminou no último domingo (9), em Santiago, no Chile.

Fonte: Portal Imprensa

Anúncios