Uma companhia telefônica búlgara resolveu suspender o número 0888888888 depois que seus 3 donos morreram nos últimos 9 anos. O primeiro foi Vladimir Grashnov, ex-executivo chefe da companhia Mobitel, ao qual pertencia o número, que morreu de câncer, aos 48 anos, em 2001.

O número então passou a um chefe da Máfia, Konstantin Dimitrov, que foi assassinado por um atirador na Holanda, em 2003, quando inspecionava seus negócios envolvendo drogas. Dono de um império avaliado em R$ 1 bilhão, Dimitrov morreu aos 31 anos. O crime teria sido encomendado por chefes da Máfia russa. O número, por último, foi para Konstantin Dishliev, um empresário supostamente envolvido em tráfico de cocaína, morto em 2005 na saída de um restaurante na cidade de Sofia.

Desde então o número ficou sem dono e os chefes da Mobitel decidiram suspendê-lo permanentemente.

Fonte: JB Online

Anúncios