“A Amazon.com anunciou nessa segunda-feira (19) que as vendas de livros para o formato Kindle, e-reader da companhia, superaram as do formato convencional de capa dura.

“A taxa de crescimento de vendas de unidades de dispositivos Kindle triplicou desde que baixamos o preço de US$ 259 para US$ 189”, disse Jeff Bezos, fundador e diretor-executivo da Amazon.com, em comunicado. “Além disso, mesmo com as nossas vendas de (livros de) capa dura continuando a crescer, o formato Kindle já ultrapassou o formato de capa dura. Os clientes da Amazon.com agora compram mais livros Kindle do que livros de capa dura – impressionante quando você considera que nós vendemos livros de capa dura há 15 anos, e livros Kindle há 33 meses”, destacou.

De acordo com dados da Amazon.com, ao longo dos últimos três meses, para cada 100 livros de capa dura vendidos pela companhia, eram vendidos 143 livros Kindle. No mês passado, para cada 100 livros de capa dura foram vendidos 180 livros Kindle. O resultado comparativo considera apenas as edições convencionais que não tenham versões para Kindle, além de descartar os e-books gratuitos disponíveis para o Kindle.

A Amazon vendeu mais de 3 vezes mais livros Kindle no primeiro semestre de 2010, no que no mesmo período do ano passado. Dados da Associação Americana de Editores apontam que as vendas de e-books cresceram 163% no mês de maio e 207% se consideradas as vendas no mesmo período do ano passado.

A Kindle Store conta com uma oferta de mais de 630 mil e-books, sendo que mais de 510 mil títulos custam até US$ 10, segundo a Amazon. Além disso, há mais de 1,8 milhão de livros digitais gratuitos disponíveis para download na loja virtual.”

Do AdNews