“Como usar um combustível ecologicamente correto e ainda colaborar com a umidade do ar? O Dragonfly pode ser uma boa opção. Apresentado na última semana durante a EAA AirVenture Oshkosh, maior evento de aviação do mundo, o helicóptero usa peróxido de hidrogênio como combustível e elimina apenas vapor d’água. Feita para uso individual, a máquina pesa cerca de 100 quilos e pode chegar a uma velocidade de até 185 km/h, com autonomia de 90 minutos.

Embora o Dragonfly ainda não seja uma das opções mais econômicas, já que ela precisa de cerca de 11 galões de peróxido de hidrogênio por hora e cada um custa cerca de 4 dólares, ela já está disponível para quem quiser voar de bem com o meio ambiente. O preço? 120 mil dólares.

Abaixo, confira o vídeo da máquina em ação”:


Do Olhar Digital